Excruciante

Pierced Through My Soul - Adam Howie

Pierced Through My Soul - Adam Howie

Porque nas dobras d’este árduo tempo
Cansei-me e dói lembrar o meu pretérito,
Contínuos tons, ruínas são uno mérito
Cabível n’este espírito ao vento,

O qual pertence a mim e não me orgulho
Que ser vivente não mais soa ilustre
E a morte é do verme d’um palustre
O qual dos rios ossos não mergulho,

Porque a natura madre não me aceita
Nenhum procaz de nome humano deixa
Inçar peçonha às raízes castas,

Portanto p’ra viver lugar nem tenho
E p’ra morrer da terra só desdenho
Que pesa como eterna má vergasta.

Altum LyraOanna SeltenComentário