Em Seu Intermúndio
 Imagem de  RondellMelling , edição de Oanna Selten

Imagem de RondellMelling, edição de Oanna Selten

Ela que mesmo sob o sol luzente
De face voltada à fleuma astral
Vivifica em seu ser um oco graal
Referto de vasto pélago eminente;

Ela que mesmo em riso lauto
Sob a una clareira existente
Gera de seu ventre inocente
Melancolias em cumes incautos;

Ela que toca d’alegria o corpo fino
E que ousa sorver do regozijo
Inda que eivando-o de Vês-obscura

Ela que da escuridão não precisa
Pois que as trevas já estão cativas
Em su’alma de misantropia nua

Ela que é noite mesmo que manhã
E existe em ares lapidados de Romã
A fruta de rubra seiva lúgubre

Só n’ela há una Flor-Da-Soturnidade
Que doce deflora em sublimidade
Como infind’oceano fúnebre.

~

Sirehnnia Vês-obscura é uma pedra preciosa, rara, de valor inestimável, que dizem* ser as lágrimas do Universo* derramadas sobre onde há dor, desalento e aflição. As lágrimas vindas d’atmosfera se solidificam com o tempo, não evaporam, eternizam deste modo a angústia qual foram originadas. — Livro das Significações de Ehrithyum.

~

Esta é a Poesih que criei especialmente para a Ciranda Poética Projeto C.O.V.A. — Musas Góticas. Conheçam o Projeto COVA e, para aqueles que apreciam a Subcultura Gótica, a Poesia Abismal e a Literatura Obscura, deixo o convite para participarem do grupo do projeto e do evento da Ciranda Poética. As poesias escritas no evento são maravilhosas, digna de leitura contínua! Não deixem de prestigiarem!

A minha poesia ’Em Seu Intermúndio’ é a única que publicarei aqui em Oecihen, as demais que forem grafadas por mim para a Ciranda estarão disponível APENAS no evento, então, entrem e façam parte!

A Ciranda que nasceu por sugestão do poeta Mariano Goes; conheça mais sobre o projeto, acesse: Ciranda Poética Projeto C.O.V.A. - Musas Góticas

~

Obra publicada originalmente em Ciranda Poética Projeto C.O.V.A. - Musas Góticas | Republicada em Oecihen com nota de esclarecimento e convite.

~