Des-Encarnar

 Remedios Varo - Souls of Mountains (1938)

Remedios Varo - Souls of Mountains (1938)

Precipício Etéreo ocupa-me o corpo
Sei que d’ilusão é feita esta matéria
Com’o que cintila atrai os seres
Debaixo desta escuridão perpétua

Precipício Etéreo ocupa-me o corpo
E tudo o que reluz breve se apaga
Todo toque e possessão mundana
Vivificam alucinações amargas;

Enquanto o Precipício Etéreo é o corpo
E o Sensual faz-se espúrio artifício
Que dá à vida frívolas significações
P’ra qu’esta não soe com’hospício

Enquanto o Precipício Etéreo é o corpo
Feito de letras e versos que me são
Onde real sei Ser-me em Pleno-Ser
Desabrigo-me p’r’acolher-me então

N’este uno corpo que veste est’alma
N’este uno corpo de Maehgi Ehscia
N’este uno corpo jamais humano
N’este uno corpo Innom Lihthria.

~

Ehscia, PoesihOanna SeltenComentário