Inqo ~ Orgânica Fleum’Agônica II

Arrogância resvala
Tóxico liquor nos lábios
Espelho amargo
Qual não me reconheço
Pervertitis essentia
Fac mecum
Similitúdinis suæ.

Por que há no Ser d’outrem 
A projeção do Ego infante.

~
Leia também:

Medium, Oecihen, PoehsiOanna SeltenComentário