Postagens em Monólogs Conscientes
A esmo

Escrevo, pois que nem sempre sorrio e nem sempre choro. Vislumbro o que há de antagônico em cada centímetro de mim; e nunca sou a mesma de noite, ou a mesma de manhã, essa metamorfose infinita permitirá que minhas asas se desdobrem um dia? Que eu finalmente voe?

Leia Mais